Agronegócio

Defesa Sanitária

Alimentos enriquecidos com proteína de origem animal são danosos à saúde de ruminantes
Alimentos enriquecidos com proteína de origem animal, incluindo a cama de aviário, resíduos da criação de suínos e farinhas de animais, são danosos à saúde dos ruminantes (bovinos caprinos e ovinos). O alerta é feito pela Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado (Idaron). “O produtor não deve, em hipótese alguma, fornecer aos ruminantes proteínas de origem animal”, acentua Fabiano Benitez, coordenador do Programa de Controle da Raiva dos Herbívoros da Idaron. Antes de alimentar bovinos ou outros ruminantes, com rações, concentrados e suplementos proteicos, o produtor deve con

Há 4 h

Equipamentos

MPRO fortalece segurança institucional e promove economia de recursos
O Ministério Público de Rondônia tem fortalecido serviços de segurança no âmbito da Instituição. Por iniciativa da Procuradoria-Geral de Justiça e, em decorrência de recentes deliberações do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), a área, cuja atribuição é voltada à segurança patrimonial do MPRO e de seus integrantes, tem sido contemplada com investimentos voltados para a modernização de equipamentos e oferta de cursos, o que tem gerado maior eficiência na execução do trabalho e, como consequência, economia de recursos. As aquisições e capacitações têm sido destinadas  tanto aos ser

Há 4 h

Chinês Sinovac

CoronaVac é 83,5% eficaz contra covid-19, diz universidade turca
A CoronaVac, vacina contra covid-19 desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac, tem eficácia de 83

Há 5 h

Amacro

Lançamento oficial do Projeto de Zona de Desenvolvimento Sustentável acontece ainda este ano em Rond
O projeto de Consolidação da Zona dDesenvolvimento Sustentável dos estados de Rondônia, Amazonas e A

Há 5 h

Milho

Governo monitora enfermidade do milho
OMinistério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) está trabalhando no mapeamento da ocorrê

Ontem, às 08h 03min

Agricultura Familiar

Aprovadas medidas para beneficiar o setor leiteiro
Por solicitação do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), o Conselho Monetário

Ontem, às 08h 03min

Portos

Setor portuário movimentou 1,151 bilhão de toneladas em 2020
Osetor portuário brasileiro cresceu 4,2% em 2020 em relação a 2019. O crescimento foi resultado da movimentação de 1,151 bilhão de toneladas. Os dados são do estudo Estatístico Aquaviário do ano de 2020, divulgado nesta segunda-feira (1°) pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq). O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, comentou o resultado. “Isso é extremamente gratificante. É muito bom perceber que nós conseguimos apresentar respostas depois de um ano tão difícil, onde o mundo, não só o Brasil, foi acometido por uma crise”, afirmou o ministro. E completou: “conseguimos enfrentar a doença com a logística funcionando. Esse resultado exigiu, sobretudo, atuação rápida

Ontem, às 07h 03min

Lavouras

SOJA: Com avanço da colheita, ritmo de negócios aumenta
Aos poucos, uma parcela maior das lavouras de soja vai entrando em fase de maturação, e a baixa umidade permite o avanço da colheita no Brasil. Assim, as atividades estão ganhando ritmo, segundo colaboradores do Cepea. A Conab estima que, até o dia 19 de fevereiro, 15,5% da área de soja nacional havia sido colhida. De acordo com informações do Cepea, a maior oferta já tem resultado em novas negociações da oleaginosa no mercado spot, mesmo que pontuais, uma vez que grande parte da produção esperada está comprometida via contratos a termo. Quanto aos preços, subiram nos últimos dias no mercado interno, influenciados pela firme demanda, pela baixa disponibilidade interna (visto que a colheita a

01/03/2021

cotações

OVOS: Preço médio de fevereiro é o maior da série
Com altas consecutivas no início do mês e estabilidade na última semana, o preço médio dos ovos comerciais em fevereiro é o maior, em termos reais (IPCA de jan/21), da série histórica do Cepea, iniciada em março de 2013 para esse produto. As cotações elevadas estão atreladas à menor oferta, principalmente de ovos maiores, uma vez que, em janeiro e em fevereiro, o setor intensificou os descartes das poedeiras mais velhas. Além da disponibilidade limitada, a demanda aquecida também vem ajudando a impulsionar as cotações – os preços das carnes em altos patamares têm favorecido a procura por ovos. O período de Quaresma, que tradicionalmente incrementa as vendas, também tem contribuído para eleva

01/03/2021

Colheita

MANDIOCA: Processamento mais que dobra em fevereiro
Com a intensificação da colheita e da entrega de mandioca nas indústrias em fevereiro, apesar das chuvas em alguns períodos, o processamento da raiz mais que dobrou no mês. Agentes tiveram os objetivos de realizar as atividades antes do período de concentração de colheita de safra de verão de grãos e de entregar áreas de arrendamento ou mesmo liberar áreas para o cultivo de milho de safrinha. Quanto às cotações, seguem em queda, visto que a oferta continua maior que o interesse das indústrias, que não têm interesse em estoques de fécula. 

01/03/2021